quinta-feira, 29 de janeiro de 2009

Serra da Estrela



A Torre localiza-se no topo na imensa Serra da Estrela, no concelho de Seia, e é o símbolo do segundo ponto mais alto de Portugal, situado a 1993 metros de altura.

Diz-se que já o Rei D. João VI (1816-1826) teria mandado erigir aqui um monumento em pedra, de modo a completar a altitude da Serra até chegar aos 2000 metros de altura.

No centro de uma rotunda situa-se um monumento simbólico da “Torre”, existindo também um marco geodésico que assinala o ponto mais elevado desta Serra.

Deste grande miradouro tem-se uma vista maravilhosa sobre a paisagem de vales encaixados numa zona de contacto entre xisto e granito, recortados por diversos cursos de água.

A Torre é famosa pelos seus lençóis de neve durante os meses de Inverno, atraindo um grande número de turistas, e de Verão, em dias claros a vista pode abranger até ao mar, na zona de Figueira da Foz. De facto, as temperaturas mais baixas de Portugal são registadas no cume da Serra, chegando mesmo a atingir -20°C no Inverno.

Aqui existem diversos pontos de apoio ao visitante, contado com restauração e lojas oferecendo os produtos regionais, como o famoso Queijo da Serra, lanifícios, mel, pão, entre tantos outros.

segunda-feira, 12 de janeiro de 2009

Calçada Portuguesa #6



A calçada portuguesa é um tipo de revestimento utilizado especialmente na pavimentação de calçadas, espaços públicos e aéreas pedonais. É constituido por pedras de formato irregular, geralmente calcárias e basálticas, que podem ser usadas para formar padrões decorativos pelo contraste entre as pedras de diferentes cores. As cores tradicionais são o preto e o branco, embora se usem igualmente o castanho e o vermelho. Esta arte executada por mestres calceteiros, surgiu em Portugal no séc. XIX e hoje em dia é conhecida internacionalmente.

Calçada Portuguesa #5

Calçada Portuguesa #4

Calçada Portuguesa #3

Calçada Portuguesa #2

Calçada Portuguesa #1

domingo, 11 de janeiro de 2009

Sapo

Kikas



Olá! O meu nome é Kikas !!!

sábado, 10 de janeiro de 2009

gu gu da da

S/T

Covilhã - Praça do Municipio



Situada em pleno coração da cidade, a Praça do Município é uma das áreas da Covilhã com maior dinamismo comercial e turístico.
É neste espaço covilhanense que se encontra o conjunto de edifícios, Câmara Municipal da Covilhã, Teatro-Cine, Caixa Geral de Depósitos e Portugal-Telecom, que foi classificado em Agosto de 2003, por despacho do Ministro da Cultura, como Imóvel de Interesse Público.
Este é o reconhecimento do modelo que a Câmara Municipal pretende para a zona histórica, o que significa que, edifícios de traça, memória e beleza arquitectónica, têm a garantia de que serão conservadas no futuro.
Datados da segunda metade do século XX, estes edifícios de arquitectura do Estado Novo, retratam a história daquela época através da sua traça, fachada e estilo.
De referir que a construção do actual edifício da Câmara Municipal da Covilhã teve início em 1949 com a demolição do antigo imóvel dos Paços do Concelho, do século XVII (1614).
É também na Praça do Município que se encontra a belíssima Igreja da Misericórdia, que data do século XVII, mas que entretanto foi restaurada por volta da década de 30/40 do século passado.
A Praça do Município é um espaço que, sem perder o seu valor patrimonial, sofreu algumas mudanças ao longo do tempo. A última esteve a cargo do arquitecto Teotónio Pereira, e decorreu entre em 2000/2001. Foi aquando desta recuperação geral, que foi construído: um novo silo com capacidade para 374 lugares; zonas pedonais e de lazer, e, uma rotunda que é constituída por um conjunto escultórico da autoria de Irene Buarque.
Hoje em dia, a Praça do Município é um espaço bastante dinâmico e agradável. É por muitos considerado o ex-libris da cidade, uma vez que é uma mais valia para todo o concelho, tanto em termos turísticos como arquitectónicos e urbanísticos.

Serra Shoping



Inaugurado a 23 de Novembro de 2005, o Serra Shopping é fruto da ampliação da galeria Modelo existente desde 1994. É hoje a grande superfície comercial da cidade da Covilhã, com cerca de 17.681 m2 de Área Bruta Locável (ABL).

A sua arquitectura é tematizada, onde se realça a natureza (aves típicas da Serra da Estrela – Gralha), a Serra (com utilização de materiais como a madeira usada nas casas de montanha) e a Neve (imagens alusivas à prática de desportos de Inverno), encontra-se perfeitamente enquadrada na cidade serrana e na maior cadeia montanhosa de Portugal Continental.